Uma verdade diferente...

Pessoas como eu nunca mudam, somos os mesmos sempre, um reflexo imperfeito da imagem de nossos antepassados tentando mudar o mundo a nossa maneira. Nascemos, crescemos e morremos na guerra, somos o espírito revolucionário de uma revolução inexistente, fomos julgados por nossos desejos e condenados como pecadores por pessoas como vocês. Vivemos escondendo nossas vontades enquanto os verdadeiros culpados estão governando seu mundo perfeito. Abrimos nossos olhos para a realidade e nos cegamos pela superficialidade que comove seus corações vazios, não nos metemos com nada, ignoramos seus modos de vida e suas idéias fúteis apenas pela certeza de que essa não é nossa era. Somos ditos frios e cruéis quando na verdade somos nós a ter o sentimento genuíno, calamos nossas reivindicações por sermos a minoria e esperamos nosso momento sem deixar rastros de nossas intenções, sem nenhuma pretensão de agradar ou vontade de machucar fazemos nossa história por trás das cortinas que cobrem suas vidas. Festejamos, nos divertimos, ficamos loucos a noite inteira enquanto vocês seguem suas caçadas ou dormem em seus lares pseudo-perfeitos, somos uma geração em degradação com nossa libido controlada uma vez que podemos optar por aquilo que queremos e dividir nossas atenções, nós controlamos a mobilidade de nossas vidas sabendo aonde cada caminho irá nos levar. Usamos qualquer tipo de coisa que nos faça viajar para longe porque não suportamos seus rostos imbecis, somos a existência desprendida que age por trás das cenas, odiados e invejados por aqueles que odiamos, mas não nos metemos em nada, pela certeza de que não podemos mudar nada. Também nos odiamos por não sermos capazes de nada e por isso nos destruímos, pela falta da coragem que nossos antepassados deveriam ter nos deixado como herança, por sermos uma cópia malfeita de nossos verdadeiros heróis nós executamos nossas vidas com a visão de nossos corpos contorcidos e inanimados todas as noites. Vamos morrer mais rápido do que realmente gostaríamos e de uma forma que não nos agrada, vamos morrer antes de ver aonde todo esse fanatismo vai levar vocês, sem assistir a grande queda do mundo que vocês tanto amam, isso nos enraivece e nos deixa loucos saber que mesmo com toda esse potencial visionário ainda iremos ser esquecidos tão facilmente. A verdade é que adoraríamos mudar tudo, criar uma grande revolução e corrigir todos os erros ignorados por vocês, mas não podemos e por ser tão pequenos nos entregamos ao mundo de ilusões superficiais, odiamos o fato de chegarmos tão perto de ser iguais a vocês e o fato de não fazermos nada para mudar isso. Somos vazios por causa disso, vivendo nossas vidas de festa a festa, todos os outros dias nós simplesmente existimos, não iremos parar por nada e quando morrermos novos nascerão com a mesma perspectiva que nós e talvez com a coragem que escondemos em nossos corações.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Considerações

Vazio