Cerulean Realms

domingo, 9 de novembro de 2008

Um pouco de mim...

Deixei de lado minha busca por auto-conhecimento, eu apenas sei que sou, agora e não mais como eu fui. Nada mais da criança que acreditou e se decepcionou, os sonhos foram embora junto com a crença em heróis... No final todos eles morreram pra mim. O que restou foram os pesadelos banhados com mentiras e imagens aleatórias de lembranças de todos os maus momentos. Então sigo cada dia inventando um novo modo de sentir o mundo a minha volta, assim eu posso abraçar minha insanidade e dançar no ritmo inane da melodia agonizante em meu ouvido. Essa música que me faz deixar o chão e enxergar muito mais além da sociedade inerte que nunca evolui, tudo passa como pequenas cenas de filmes e eu sei que acabam tão rápido quanto começam. Os parques foram trocados por bares sujos e a Coca-Cola por garrafas de qualquer bebida barata, a inocência trocada por garotas estúpidas e nojentas que eu nunca mais vou ver após nossa primeira e ultima vez. Amor? Esse sentimento só trás tristezas e lembranças que não podem ser esquecidas. Então eu desprezo todo esse modismo de estar apaixonado e me volto apenas para o desejo que nunca acaba e não se importa, dessa forma eu posso fazer cada vontade e que se foda quem estiver do outro lado. Não me importa se as pessoas estão gostando ou não, eu sempre tento me manter legal, problema de quem não consegue me acompanhar. Eu também amei um dia, e aprendi a me divertir, o gosto de ser amado e como amar também, mas coisas como essas que duram pra sempre acabam rápido demais, e como tal não são dignas de importância. Então os únicos momentos que importam são os que eu vivo em liberdade, porque essa liberdade me permite ser quem eu quiser, quando eu quiser e como eu quiser, no fundo eu sou apenas isso... Um pouco de tudo.

Um comentário:

Roberta Albano disse...

eu acho que não importa quanto tempo o amor dura
é a intensidade que conta
e eu entendo a decepção depois, mas é bom de mais se sentir completo e por isso acho difícil ser totalmente feliz sozinho. então isso faz com que não importe a decepção, somos capazes de superar qualquer coisa para sermos completos

 
Cerulean Realms